domingo, 16 de setembro de 2012

Desabafos de amor










Gosto da noite. Gosto de me sentar naquele banco de madeira e saborear o ar fresco que me refresca a face. Gosto de olhar as estrelas e sentir que elas me ouvem e me compreendem. Gosto de escrever para ti. Mas sabes é uma tarefa árdua, as folhas de papel amachucadas já não se conseguem decifrar e o lápis, esse está gasto. É dificil conjugar todos os vocábulos que tenho para te dizer, a sua consonância tem de ser perfeita. Assim como tu não é, meu ser perfeito. 
Quero que as palavras que rasuro espelhem a beleza que encontro em ti. Quero que cada palavra transmita cada pulsar do meu coração pois ele vive indefinidamente para ti meu ser perfeito. Quero que leias estes meus vocábulos e sintas o mesmo que eu, uma felicidade sem limites. Felicidade essa que encontro em ti. É ao olhar-te nos olhos, é ao ver o teu sorriso iluminar-me, é ao sentir  a tua mão a acariciar-me a face, é ao amar-te que eu sei, que é em ti, que eu encontro a metade que me completa.
Tu és a personagem principal desta história, que será para sempre um conto de fadas. Porque o meu coração será sempre teu.






26 comentários:

  1. se for um amor de verdade, os problemas tornam-se insignificantes :)

    ResponderEliminar
  2. gostei imenso do teu blog, estou a seguir :D

    ResponderEliminar
  3. Já não sou a única (;
    Adoooorei o teu texto, escreves mesmo bem.
    http://pontasdeternura.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. obrigada querida, este texto está um amor*

    ResponderEliminar
  5. o texto não é meu. mas também gostei muito dele, por isso é que o pus no blog para vocês o lerem também :)

    ResponderEliminar
  6. Hoje acordei na fúria dos deuses
    O céu da ilha cobriu-se de espanto
    Uma triste nuvem plantou-se sobre a minha cabeça
    E verteu uma lágrima de pranto

    Hoje acalentei uma esperança tonta
    Uma ideia já morta
    Um sentimento perdido na espuma
    Numa ansia que já havia fechado a porta

    Hoje é hoje
    O amanhã mais um tempo triste de um coração
    Hoje é apenas o perverso andamento do relógio
    Hoje esqueci toda e qualquer oração



    Doce beijo

    ResponderEliminar
  7. O sempre é uma palavra muito especial mas que sabe tão bem dizer e ouvir.
    http://pontasdeternura.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  8. Passei... Gostei... e continue lendo!!!!
    Uma delícia teu cantinho!!!!
    Parabéns!!!

    ResponderEliminar

feelings*.*